Tam sem filme

Esta imagem mostra a tela individual com o Linux dando pau no sistema de exibição de filmes do A320 da Tam, deixando todo mundo sem filme durante as 11 horas do vôo entre Londres e São Paulo, em 31/09/2008.

Mandei um email reportando o problema para o ‘Fale com o presidente’, mas a resposta foi vaga mostrando falta de conhecimento das questoes colocadas.

“Ola. Viajei com a TAM para Londres e gostaria de reportar os problemas que vivi pois os servicos prestados foram muito aquem do que eu esperava, muito inferiores ao que a empresa divulga.

Ao comprar as passagens aereas de ida e volta para Londres, partindo de Confins, paguei mais caro do que nos concorrentes pois esperava um servico superior, e nao foi isto que recebi. O voo de ida, partindo de Guarulhos em 2 de Abril de 2008, o sistema de entretenimento funcionou apenas nas primeiras 2 horas de voo. Depois, todas as telas ficaram pretas e os passageiros tiveram que se contentar com isto, sem nenhum esclarecimento.

No voo de volta, partindo de Heathrow em 30 de setembro, em outra aeronave, mais nova, qual foi a minha surpresa ao ouvir a mensagem da chefe de cabine dizendo que o sistema de entretenimento nao estava funcionando. A equipe ate que se esforcou para fazer funcionar, reiniciando o sistema algumas vezes, mas sem sucesso, pois as telas de todas as poltronas mostravam os codigos do software Linux mas travava alguns minutos depois, sem conseguir carregar os filmes.

Um passageiro ao lado mostrou apreensao ja que, se um sistema simples como o de exibir filmes nao funciona, isto levanta suspeitas sobre os outros equipamentos mais complexos, como os de controle de voo.

Como eu tinha um laptop na minha bagagem de mao, resolvi assistir aos meus proprios filmes. O problema foi que, como meu computador foi comprado na Inglaterra, o plug nao se encaixava no soquete existente na aeronave. Perguntei para o comissario se possuiam algum adaptador, na ingenua esperanca de conseguir carregar meu equipamento, mas, evidentemente, a resposta foi negativa. Uma empresa que pensa no cliente poderia disponibilizar adaptadores de tomada, entre os sistemas ingles, europeu e Americano/brasileiro, ainda mais em um voo partindo de Londres.

Conversando com minha mae e minha socia, as duas reportaram que tiveram o mesmo problema com os filmes em voos da TAM.

Outro inconveniente que passageiros do voo de volta enfrentaram foi o desencontro de informacoes divulgadas a respeito do desembarque, alfandega, registro na policia civil brasileira e destino de bagagens. A funcionaria TAM do check in de Londres disse que as bagarens dos passageiros em conexao para outras cidades do Brasil seria despachada diretamente para o destino. Ja a aeromoca, pelo sistema de som de bordo, disse que todos deveriam desembarcar em Sao Paulo, passar pela imigracao e pegar suas bagagens nas esteiras de Guarulhos, e com isso seriam obrigados a proceder para a alfandega. Com isto precisariamos sair da area de embarque e ir para o check in do outro voo. Pedi informacoes para o funcionario TAM da area de desembarque que encaminhou alguns passageiros em conexao para a saida, mas este seria o procedimento apenas para quem tinha como destino final Guarulhos. Gracas a informacao dada pelos funcionarios da Policia Civil voltamos para a area de embarque sem sair da area de controle e nos dirigimos para os voos de conexao. Sair iria causar problemas para quem comprou bebidas no Free Shop de Londres, pois nao poderiam embarcar com as bagagens de mao, ja que a seguranca nao deixaria entrar novamente com mais de 100ml na bagagem. Ao chegar em Confins, tivemos problema com a Policia Civil, pois ja haviamos feito o registro de entrada em Guarulhos, e isto estava registrado no sistema, entao nao poderiamos fazer outra entrada.

Todas estas reclamacoes sao pelo fato de que tenho simpatia pela TAM e gostaria de ver os problemas resolvidos, mas devido ao grande numero e aos transtornos estou considerando utilizar outra companhia concorrente na minha proxima viagem (Dezembro) e, dependendo do servico prestado, ela sera a que recomendarei para amigos e leitores. Atenciosamente, Luis Carlos Rubino de Oliveira.”

A resposta:

Prezado Sr. Luis Carlos,

Recebi seu e-mail enviado ao serviço Fale com o Presidente e agradeço sua atenção em entrar em contato conosco.

Lamento que o sistema de entretenimento das aeronaves que efetuaram seus vôos Curitiba/Londres/Curitiba não estava em perfeito funcionamento.

A TAM já entrou em contato com o fabricante para que tais falhas sejam evitadas pois sabemos que este é um diferencial no serviço da TAM muito apreciado por nossos Clientes.

De toda forma, assim que as aeronaves retornaram a São Paulo, o sistema foi devidamente reparado.

Soube ainda do desencontro de informações com relação aos procedimentos de conexão em seu vôo de retorno Londres/Curitiba.

Informo que seus comentários foram encaminhados ao Gerente de Londres, para que toda a equipe seja reorientada quanto aos procedimentos corretos.

De toda forma, gostaria de esclarecer que o procedimento de despacho de bagagens para vôos internacionais possui algumas exigências específicas. Por esse motivo, é necessária a retirada da bagagem no aeroporto de Guarulhos para que seja re-checada, passando pela entrevista de security naquele aeroporto.

Em casos de conexões com menos de 30 minutos, nossas equipes já providenciam a fiscalização de segurança na pista e fazem a entrevista no portão de embarque, para que não haja risco do Cliente perder o vôo.

De toda sorte, é importante dizer que sempre há equipes de funcionários aguardando os Clientes em conexão de forma a orientá-los corretamente sobre todos os procedimentos de aeroporto.

Conto com a sua compreensão e quero que saiba que permaneço, como sempre, a disposição para conhecer suas opiniões.

Atenciosamente,
Comandante David Barioni Neto
Presidente

Quem falou Curitiba?

Lamentaram apenas?

A informacao sobre bagagem nao esclareceu a pergunta e esta em desacordo com o que aconteceu, ja que minhas malas estavam com a etiqueta CNF, foram diretamente para Confins, portanto nao precisei pega-las em Guarulhos. Se eu seguisse sua orientacao, creio que tambem teria que jogar fora o que comprei no free shop e estava na minha bagagem de mao.

Evidentemente, tenho voado com outras companhias desde entao.

Setam

Produzi o site da Setam – Serviços Técnicos de Administração e Marketing, utilizando o WordPress. Fiquei responsável também para escrever os textos dos estudos de caso e publicar as imagens. Após entrevistas com os funcionários consegui aquelas informações e publiquei como num blog. O site é bem simples, mas acho que como ferramenta de comunicação o resultado ficou legal, e além disso, a objetividade foi pedido do cliente.

Que Droga

Produzi um site que fala sobre diversos tipos de drogas, sintéticas ou não, modernas ou antigas, apartir de cartilhas que recebi do Ministério da Saúde na Inglaterra. O conteúdo pode ser visto no endreço www.quedroga.com.br. A intenção é divulgar este tipo de informação especificamente para os jovens, para redução de danos. Sabemos que algumas pessoas usam drogas de qualquer jeito, mas considero que seria melhor se soubessem antes o que estão fazendo.